Sobre Drogas
Inicio
Informações gerais
Curiosidades
Drogas no Brasil
Tipos de  drogas
Tráfico de drogas
Tratamento
Mapa del sitio
Livro de visitas

Tratamento

TRATAMENTO/Dependência Química/Definição

Há  dois fatos importantes que precisam ser considerados na atualidade:

 1) Nas  últimas décadas houve um incontestável avanço   das ciências que estudam os fenômenos mentais, com  descobertas de importantes psicofármacos e comprovação   da eficácia de numerosas técnicas  terapêuticas  psico-sociais;

 2) A  ancestral relação do ser humano com substâncias psicoativas ganhou notoriedade por diversas razões, desde  o aumento e banalização do uso, até questões   econômicas estimando os custos diretos e indiretos relacionados   aos transtornos pelo uso em cerca de 300 bilhões de dólares  anuais, só nos Estados Unidos.

 Assim  sendo, quando se pensa no tratamento das dependências químicas  faz-se necessário e útil estabelecer seus princípios gerais para que se possa ao mesmo tempo, afastar preconceitos marginalizantes, proporcionar eficácia baseada  em  evidência científica e obter avanços na  assistência àqueles que sofrem com este problema.

 A  seguir delinearemos breves linhas a respeito destes princípios,  tomando como base duas importantes e reconhecidas instituições normatizadas do assunto: Instituto Nacional de Abuso de Drogas – NIDA (National Institute on Drug Abuse)/EUA e Associação  Psiquiátrica Americana – APA (American Psuchiatric  Association).

 Embora  proceda a crítica de que tais fontes de referência não  possam ser transponíveis integralmente à realidade de  uma outra cultura como a nossa, é inegável que sua  tradição em pesquisa e clínica baseada em  evidência tem muito a oferecer como caminho norteador da busca  de excelência. Estas normas já se encontram muito bem  estabelecidas na área de dependência química, mas  necessitam de adaptação ao contexto brasileiro.

 1.  PRINCÍPIOS DE  TRATAMENTO EFETIVO – UM GUIA BASEADO EM PESQUISA

(Tradução  e reprodução permitida pelo NIDA de parte de sua  Publicação Nº 00-4180)

Fonte: NIDA – National Institute on Drug Abuse, National Institute of  Health (NIH-USA). Disponível na internet: http://www.nida.nih.gov

1.1  Não  há  um tratamento único, que seja apropriado para todos
É muito  importante que haja uma combinação adequada entre tipo  de ambiente, intervenções e serviços para cada  problema e necessidade da pessoa, contribuindo para o sucesso do  tratamento e para o retorno a uma vida produtiva na família,  trabalho e sociedade.

1.2  O  tratamento deve  estar sempre disponível
Considerando que os  dependentes químicos possam ter dúvidas sobre se  iniciam ou não um tratamento, é muito importante  aproveitar a oportunidade quando eles sinalizam estar prontos para o  mesmo. Pode-se perder candidatos potenciais para o tratamento, caso  este não esteja disponível imediatamente ou não  seja acessível com facilidade.

1.3  O  tratamento  efetivo deve contemplar as várias necessidades da pessoa, não  somente o seu uso de drogas
Para ser efetivo, o  tratamento deve ser dirigido ao uso de drogas, mas também a  qualquer outro problema médico, psicológico, social, profissional e jurídico da pessoa.

1.4  O  plano de  tratamento deve ser continuamente avaliado e, se for o caso, modificado para assegurar que se mantenha atualizado com as mudanças  nas necessidades da pessoa
Um  paciente pode  necessitar de combinações de serviços que variam  durante o tratamento e recuperação. Além do  aconselhamento ou psicoterapia, o paciente pode necessitar também  de medicamentos, outros serviços médicos, terapia  familiar, orientação educacional (para os filhos), orientação vocacional e outros serviços sociais  e/ou legais. É fundamental que o tratamento esteja apropriado  a idade, sexo, grupo étnico e cultural do paciente.

1.5  É  importante  que o paciente permaneça durante um período adequado de  tempo no tratamento
A duração  apropriada do tratamento para uma pessoa depende de seus problemas e  necessidades. As investigações indicam que na maioria  das vezes, começa-se a se verificar uma melhoria significativa  depois de três meses de tratamento. Quando se chega a este  ponto, os tratamentos adicionais podem culminar em uma recuperação  acelerada. Considerando que muitas pessoas abandonam cedo  este processo, os programas devem incluir estratégias que  comprometam e mantenham os pacientes no tratamento.

1.6  O  aconselhamento (individual e/ou em grupo) e outros tipos de psicoterapias comportamentais são componentes indispensáveis do tratamento efetivo para a dependência
Durante  a  terapia, os  pacientes tratam de seus problemas de motivação,  desenvolvem habilidades para recusar o uso da droga. Substituem  atividades em que se utilizavam das substâncias por outras  úteis e construtivas em que não há o uso de drogas, e melhoram suas estratégias para a resolução  de problemas. A psicoterapia comportamental também melhora as  relações interpessoais e facilita a reinserção  do indivíduo em sua família e na própria  comunidade. 

1.7  Para  muitos  pacientes, os medicamentos formam um elemento importante do  tratamento, especialmente quando se combinam com os diferentes tipos  de terapia
A  metadona  e o L-a-acetilmetadol (LAAM) são muito efetivos para ajudar  aqueles indivíduos dependentes de heroína e outros  opióides, pois auxiliam na estabilização de suas  vidas e na redução do uso de drogas. O naltrexone  também é um medicamento eficaz para dependentes de  opióides que sofrem de dependência ai álcool ao  mesmo tempo. Para os fumantes, os produtos que substituem a nicotina  (adesivos e gomas de mascar) ou a medicação (bupropiona) podem ser componentes efetivos do tratamento. Para  pacientes com outros transtornos mentais associados à  dependência de drogas, a combinação de  tratamentos psicológicos e medicamentosos é crucial  para o sucesso.

IMPORTANTE:  No Brasil,  as seguintes medicações podem ser utilizadas na prática  clínica como adjuvantes no tratamento específico da  dependência de substâncias psicoativas:

  • para álcool: dissulfiram, naltrexone e acamprosato
  • para nicotina: bupropiona e reposição de nicotina
  • para opióides: naltrexone e clinidina. A metadona (um opióide sintético, quem tem ser uso preconizado em nosso meio como analgésico), embora efetiva como fármaco de reposição em dependência à opióides, não tem seu uso liberado oficialmente para este fim no Brasil. 

1.8  No  caso de  indivíduos com problemas de dependência ou abuso de  drogas que ao mesmo tempo apresentam outros transtornos mentais,  deve-se tratar os dois problemas de uma maneira integrada
Freqüentemente  se  vêem transtornos de dependência e outros transtornos  mentais num mesmo indivíduo. Os pacientes que apresentam as  duas condições devem ser avaliados e tratados conforme  ambos os transtornos.

1.9  A  desintoxicação  médica é apenas a primeira etapa do tratamento para a  dependência e, por si só, pouco faz para modificar o uso  de drogas em longo prazo
A  desintoxicação  médica trata cuidadosamente de sintomas físicos agudos  da síndrome de abstinência, que ocorrem quando se deixa  de usar alguma droga. Ainda que a desintoxicação por si  só raramente seja suficiente para ajudar as pessoas  dependentes a conseguir abstinência em longo prazo, para alguns  indivíduos serve como um precursor fortemente indicado para o  tratamento efetivo da dependência de drogas. 

1.10  O  tratamento não  precisa ser voluntário para ser efetivo
O tratamento pode ser  facilitado pela forte motivação do paciente.  Entretanto, medidas compulsórias ou recompensas dentro da  família, do ambiente de trabalho ou do próprio sistema  judiciário podem incrementar significativamente a porcentagem de indivíduos que entram e que se mantém no processo,  bem como o sucesso do tratamento da dependência de drogas. 

1.11  O  uso de drogas  durante o tratamento deve ser supervisionado constantemente
Durante o período  de tratamento, há risco de recaídas ao uso de  substâncias psicoativas. A supervisão objetiva do uso de drogas e álcool durante o tratamento, incluindo análise de urina ou outros exames, pode ajudar o paciente a resistir a seus  impulsos de usar estas substâncias. Este tipo de supervisão  também pode proporcionar uma evidência precoce do uso de  drogas, para que o plano de tratamento do paciente possa ser  reajustado. Informar os resultados aos pacientes, cujo resultado  tenha sido positivo para o uso recente de substâncias, pode ser  um elemento importante no processo de tratamento. 

1.12  Os  programas de  tratamento devem incluir exames para HIV/AIDS, hepatite B e C,  tuberculose e outras enfermidades infecciosas, conjuntamente com a  terapia necessária para ajudar aos pacientes a modificar ou  substituir aqueles comportamentos que os colocam a si e aos outros em  risco de serem infectados
A  terapia pode ajudar  aos pacientes a evitar comportamentos de alto risco. Também  pode ajudar as pessoas que já estão infectadas a manejar sua doença. 

1.13  A  recuperação  da dependência de drogas pode ser um processo em longo prazo e  freqüentemente requer várias tentativas de tratamentos
Tal  como em outras  doenças crônicas, a recaída pode ocorrer durante  ou depois de tentativas exitosas de tratamento. Os pacientes podem  necessitar de tratamentos prolongados e várias tentativas de  tratamento para poder conseguir a abstinência em longo prazo e  um funcionamento completamente reestabelecido. Participação  em programas de auto-ajuda durante e depois do tratamento serve de  apoio para a manutenção da abstinência.
 

2.  TRANSTORNOS  RELACIONADOS AO USO DE SUBSTÂNCIAS – PRINCÍPIOS  E ALTERNATIVAS DE TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO EM GERAL
Baseado  na tradução  de parte da publicação da APA – (Guia prático  para o tratamento de pacientes com transtornos pelo uso de  substâncias como álcool, cocaína e opióides), recomendamos o seguinte: 

RESUMO  DAS  RECOMENDAÇÕES
Este  sumário tem  a intenção de prover uma visão panorâmica  da organização e escopo de recomendações  do guia prático completo ao qual faz parte. O tratamento de  indivíduos com transtornos relacionados ao uso de substâncias  psicoativas (que doravante abreviaremos neste texto como TUS) requer  a consideração de muitos fatores e não pode ser  adequadamente revisado em um breve resumo. O leitor é    encorajado a consultar o guia completo (disponível On line  no endereço: http://www.psych.org) para obter recomendações específicas de  tratamento. 

Sistema  Codificador
Cada  recomendação  é identificada como pertencente a uma de três categorias  de endosso, indicado através de um numeral romano entre  parênteses seguinte à recomendação. 

As  três  categorias representam variáveis níveis de  confiabilidade clínica: 

  (I)     recomendado  com substancial confiabilidade clínica
  (II)     recomendado  com moderada confiabilidade clínica
(III)     pode ser recomendado com base em circunstâncias  individualizadas

 

Princípios Gerais

 

 

 

Indivíduos com TUS são heterogêneos em relação às características clinicamente importantes.

  • número e tipo de substância utilizada
  • severidade do transtorno e grau de prejuízo no funcionamento associado
  • condições médicas gerais e psiquiátricas associadas
  • forças (fatores protetores e de adaptabilidade) e vulnerabilidades próprias de cada paciente
  • O contexto social e ambiental no qual o indivíduo vive e será tratado.

 

Tais pacientes serão afetados em várias áreas de seu funcionamento e requerem tratamento multiprofissional.  Este tratamento pode ser pensado como ocorrendo em fases.

  • Fase de avaliação
  • tratamento de quadros de intoxicação e abstinência, quando necessário.
  • desenvolvimento e implementação de uma estratégia global de acompanhamento

 

2.1  Elementos da  Avaliação
Uma  avaliação  psiquiátrica completa é essencial para guiar o  tratamento de indivíduos com TUS. Esta avaliação  pode incluir:

  • história atual e pregressa detalhada do uso de substâncias e seus efeitos sobre o funcionamento cognitivo, psicológico, comportamental e fisiológico do paciente; 
  • exame e história médica geral e psiquiátrica; 
  • história dos tratamentos psiquiátricos prévios e seus resultados; 
  • história familiar e social; 
  • testagem toxicológica de drogas de abuso; e 
  • outros exames laboratoriais para ajudar a confirmar a presença ou ausência de comorbidades freqüentemente associadas com TUS. 

2.2  Gerenciamento  Psiquiátrico
Gerenciamento  psiquiátrico é a base do tratamento de TUS. O manejo  psiquiátrico tem os seguintes objetivos:

  • estabelecer e manter uma aliança terapêutica 
  • monitorar o estado clinico do paciente 
  • tratar os estados de intoxicação e abstinência 
  • desenvolver e facilitar aderência ao plano terapêutico 
  • prevenir a recaída 
  • providenciar psico-educação sobre TUS 
  • reduzir a morbidade e seqüelas associadas 

Geralmente,  o manejo  psiquiátrico é combinado com tratamentos específicos  levados em colaboração e co-participação de profissionais de várias disciplinas e atuantes em vários  tipos e locais de tratamento, incluindo comunidades terapêuticas, clínicas, hospitais, programas de desintoxicação,  tratamentos ambulatoriais e de internação. 

2.3  Tratamentos  Específicos
Abordagens  farmacológicas e psico-sociais não serão  revisadas especificamente neste resumo, embora sejam geralmente  estudadas e aplicadas no contexto de programas de tratamento que  combinam diferentes modalidades de tratamento. Vale salientar aqui  que é incomum que uma única abordagem seja efetiva  quando utilizadas isoladamente. 

2.4  Tratamentos Farmacológicos
Abordagem  farmacológica  é benéfica para determinados pacientes com TUS. As  categorias de tratamento farmacológico são: 

  • medicações para tratar os estados de intoxicação e abstinência 
  • medicações usadas para reduzir os efeitos reforçadores (que promovem ou facilitam a auto-administração) das substâncias de abuso 
  • medicações que desencorajam o uso de substâncias por induzir conseqüências desagradáveis através da interação do fármaco com a droga de abuso ou através do acoplamento do uso da droga com um desprazer (condicionamento induzido pela droga) 
  • terapia de substituição por agonista 
  • medicações para tratar comorbidades psiquiátricas 

2.5  Tratamentos Psico-sociais
Abordagens  psico-sociais  são componentes essenciais de um programa completo de  tratamento dos TUS. Embora haja poucos estudos controlados e muitos  deles tenham limitações metodológicas, as  informações disponíveis, somados à  experiência clínica, indicam que as seguintes formas de  tratamento são eficazes:

  • psicoterapia cognitivo-comportamental 
  • psicoterapia comportamental 
  • psicoterapia psicodinêmica/interpessoal 
  • psicoterapia de grupo e familiar 
  • participação em grupos de auto-ajuda (AA – Alcoólicos Anônimos, NA – Narcóticos Anônimos, outros) 

2.6  Formulação  e Implementação de um Plano de Tratamento
Os objetivos/metas de  tratamento e a escolha de modalidades específicas necessárias  para atingir estas metas podem variar entre diferentes pacientes e  para um mesmo paciente em diferentes fases do transtorno. Já  que muitos desses transtornos são condições  crônicas, os pacientes usualmente requerem tratamento de  longo-tempo, embora a intensidade e os componentes específicos  possam variar no tempo. Um plano de tratamento é desenvolvido  incluindo os seguintes elementos:

  • gerenciamento psiquiátrico 
  • uma estratégia para promover abstinência ou reduzir os efeitos do uso de substâncias psicoativas 
  • esforços para aumentar a adesão continuada ao programa de tratamento, à prevenção da recaída e à melhora do funcionamento global do sujeito 
  • tratamentos adicionais necessários para pacientes com comorbidades clínicas ou psiquiátricas

2.7  Regime de  Tratamento
O regime de tratamento  varia em função da disponibilidade de modalidades  específicas de tratamento, do grau de restrição ao acesso às substâncias que são provavelmente  abusadas, da disponibilidade de cuidados médicos gerais e  psiquiátricos e do meio geral e filosofia de tratamento a ser  indicado.

Pacientes devem ser  tratados no regime menos restritivo possível e que  provavelmente seja seguro e eficaz. Decisões acerca do regime  devem ser baseadas:

  • na habilidade do paciente em cooperar com o tratamento oferecido e se beneficiar dele 
  • na estrutura e suporte necessários 
  • na habilidade do paciente em conter seu uso de substâncias psicoativas 
  • na habilidade de evitar comportamentos de risco 
  • na necessidade de tratamentos específicos somente disponíveis em certos regimes  

Pacientes  movem-se de  um nível de cuidado a outro baseado nos fatores acima e  deve-se avaliar a sua habilidade de beneficiar-se seguramente através  dos diferentes níveis de cuidados. 

Os  regimes comumente  disponíveis para tratamento incluem:

  • regimes hospitalares 
  • regimes de tratamento “residencial”, conhecidos em nosso meio comumente por Comunidades Terapêuticas 
  • hospitalização parcial, comumente chamados de Centro-dia ou Hospital-dia 
  • regimes ambulatoriais

A  duração  do tratamento deve ser determinada de acordo com as necessidades de  um dado individuo e podem variar de poucos meses a vários  anos. A monitoração para o uso de substância deve  ser intensificada nos períodos de alto risco para recaída,  incluindo os estágios de tratamento, períodos de  transição para níveis menos intensivos de  cuidado e no primeiro ano seguinte ao término do tratamento. 

2.8  Características  clínicas que influenciam o tratamento
O  planejamento e  implementação do tratamento devem considerar:

  • as condições médicas gerais e existência de comorbidades psiquiátricas 
  • fatores relacionados ao gênero (incluindo a possibilidade de gravidez) 
  • idade (por exemplo, crianças, adolescentes e idosos) 
  • ambiente social e de moradia 
  • fatores culturais 
  • características familiares

A  alta  prevalência  de transtornos psiquiátricos concomitantes e a distinção  diagnóstica entre os sintomas do uso da substância e  outros transtornos devem receber particular atenção e  tratamento especifico para comorbidades deve ser providenciado.

  Outros links

 

Nacionais

 

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)

 

Álcool e Drogas sem Distorção

 

Álcool para menores é proibido

 

Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas (ABEAD) 

 

Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA)

 

Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas (ABRAMD)

 

Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID)

 

Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID) - Boletim

 

Dependência, NÃO! Diga SIM à Vida! (PROAD)

 

Dínamo - Informação Responsável sobre Drogas

 

Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas (GREA)

 

Instituto Brasileiro Giovanni Falcone (IBGF)

 

Laboratório de Análises Toxicológicas (LAT)

 

Ministério da Saúde - Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

 

Ministério da Saúde - Saúde Mental / Álcool e Drogas

 

Núcleo de Estudos Interdisciplinares de Psicoativos (NEIP)

 

Núcleo de Estudos e Pesquisas em Atenção ao Uso de Drogas (NEPAD)

 

Observatório Brasileiro de Informações sobre Drogas (OBID)

 

Portal da Lei Antifumo - Governo do Estado de São Paulo

 

Programa de Ações Integradas para Prevenção e Atenção ao Uso de Álcool e Drogas na Comunidade (PAI-PAD)

 

Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes (PROAD)

 

Projeto Viver Bem (UNESP)

 

Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD)

 

Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC)

 

Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (SINITOX)

 

Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (UNIAD)

 

Internacionais

 

Canadian Centre on Substance Abuse

 

DRCNet Online Library of Drug Police

 

Drugtext The Internet's Center for Substance Use Related Risk Reduction

 

European Monitoring Centre for Drugs and Drug Addiction (EMCDDA)

 

Food and Drug Administration (FDA)

 

Instituto da Droga e da Toxicodependência

 

Inter-American Drug Abuse Control Comission (CICAD)

 

International Harm Reduction Association (IHRA)

 

International Narcotics Control Board (INCB)

 

Nacional Institute on Drug Abuse (NIDA)

 

Observatoire Géopolitique des Drogues (OGD)

 

The Substance Abuse and Mental Health Services Administrator (SAMHSA)

 

The National Center on Addiction and Substance Abuse at Columbia University (CASA)

 

The Vaults of Erowid

 

United Nations

 

United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO)

 

United Nations Office on Drugs and Crime (UNODC)

 

United Nations Programme on HIV/AIDS (UNAIDS)

 

World Health Organization (WHO)

 

Mission Interministérielle de Lutte contre la Drogue el Toxicomanie (MILDT)

 

 

Grupos de Ajuda

Grupos Amor Exigente 

Alcoólicos Anônimos

 Acre   

Rio Branco
Rua Cel. José Galdino,nº 289 - Bosque
CEP 69909-760
Cx. Postal 216 - CEP 69908-970
Tel.: (68) 224-9449

 Alagoas  Maceió

Rua do Livramento, nº 104 - Sala 201 - 2º andar
Centro - CEP 57020-030
Cx. Postal 50 - CEP 57020-970
Tel.: (82) 3221-2611 e (82) 3031-0725  
 
Arapiraca
Praça Marques da Silva, 56 - 2º andar - Sala 202
Edifício Padre Anchieta - Centro - CEP 57300-330
Cx. Postal 136 - CEP 57305-970
Tel.: (82) 3521-1399 

 Amapá  Macapá

Av: Almirante Barros, Nº 2.661
Bairro Santa Rita
CEP 68901-336
Macapá - Amapá
(Prédio Lions Club MACAPÀ)
Cx. Postal 187 - CEP 68906-970
Tel.: (96) 3222-5154
E-mail: alcoolicoap@hotmail.com

 Amazonas  Manaus

Rua 24 de Maio, nº 114
Centro - CEP 69010-080
Caixa Postal 809 - CEP 69011-970
Tel.: (92) 3232-4545
E-mail: alcoolicosanonimosam@manausnet.com.br 
 
Parintins
Rua Silva Meireles, nº 1.732 - 2º andar - Sala 6
Centro - Ed. Santana - CEP 69151-280
Caixa Postal 18 - CEP 69151-970
Tel.: (92) 533-1574 

 Bahia  Salvador

Rua Carlos Gomes, nº 504 - 1º andar
Mucambinho - CEP 40060-330
Cx. Postal 690 - CEP 40001-970
Tel.: (71) 3322.2963 - 7797
 
Vitória da Conquista
Rua Praça Marcelino Mendes,  nº 444 - 1º andar  
Centro -  CEP 45000-000 
Cx. Postal 141 CEP 45000-000
Tel.: (77) 3422-3555
 
Feira de Santana
Caixa Postal Centro
CEP 44380-000

Jacobina
Rua: Coronel Teixeira, nº167 - 1º andar - sala 06
Centro - CEP:44700-000

Paulo Afonso
Rua:Carlos Berenhause, nº 221
Chesf

 

 Ceará  Fortaleza

Rua do Rosário, 94 - Altos – Centro 
CEP 60055-090
Cx. Postal 133 
Tel.: (85) 3231-2437
Tel.: (85) 3253-7006 
Web: www.aaceara.org.br  
 
Crateús
Rua Dr. Moreira da Rocha, nº 606  - Altos - Sala 1 - Centro
CEP 63700-000
Cx. Postal 167 - CEP 63700-970
Fone: (88) 691-2378 
  
Juazeiro do Norte
Rua São Luiz, nº 126/A - 1º andar - Centro
CEP 63010-350
Cx. Postal 41 - CEP 63010-220
Fone: (88) 3512-2800 
 
Maracanaú
Rua 48, nº 21 Altos
Cj. Jereissati I
CEP 61900-000
Tel.: (85) 371-2400
Cx.Postal 04
CEP 61900-970 
 
Sobral
Rua Joaquim Ribeiro, nº 499 - Sala 01-A
Edifício Clóvis Aragão - Centro - CEP 62011-020
Cx. Postal 189 - CEP 62011-970
Tel.: (88) 613-1142
E-mail: eslaa@sobral.org.br 

 Distrito Federal  Brasília

SDS - Conjunto "D" - nº 60 
Edifício Eldorado - - Sala 313
CEP 70392-901
Cx. Postal 8685 - CEP 70312-970
Tel.: (61) 3226-0091 
 
Taguatinga
C-12 - Edifício Paranoá Center - Sala 211
CEP 72010-120
Tel.: (61) 351-9644

 Espirito Santo  Vitória

Av. Jerônimo Monteiro, 490
Salas 410 e 413 - Ed. Ouro Verde
Centro - CEP- 29001-002 - Vitória - ES
Fone/Fax (27) 3223.7268 - Fone: 3233.4000 
 
Cachoeiro do Itapemirim
Rua Moreira, nº 125 - Independência
CEP 29306-320
Caixa Postal 45.0462 - CEP 29306-970
Fone: (28) 3522-0648 
 
Colatina
Av. Ângelo Giuberti, nº 109 - Centro - CEP 29702-060
Cx. Postal 243 - CEP 29700-970
Tel.: (27) 3722-5612

 Goiás  Goiânia

Av. Goiás, nº 112 - Edifício Tropical - Sala 602 
Centro - CEP 74010-010
Cx. Postal 847 - CEP 74021-970
Tel.: (62) 3223-0445
E-mail: eslaa-go@superig.com.br 

 Maranhão  São Luís

Av. Getúlio Vargas nº 1765 - Sala 08 - Altos
Bairro: Canto da Fabril
CEP 65025-000
Cx. Postal 233 - CEP 65001-970
Tel./Fax: (98) 3222.4050
E-mail: esl.ma@hotmail.com 
 
Imperatriz
Rua Antonio Antunes, nº 12 - Centro
CEP 65901-030
Cx. Postal 49 - CEP 65900-970
Tel.: (98) 524-7711
E-mail: slaaimpa@ig.com.br 
 
Timon
Rua Marcos Batista da Silva, nº 327
Parque Piauí - CEP 65636-600
Tel.: (99) 3212-6707 

 Mato Grosso   

Cuiabá
Rua Antônio Maria, nº 130 - 1° andar - Sala 10 
Centro
CEP 78.005-420
Site: www.aamt.org.br
E-mail: esl_mt@hotmail.com 

 Mato Grosso do Sul  Campo Grande

Rua D. Aquino, nº 1354 - Ed. Cj. Nacional - 12º andar - Sala 121 
Centro - CEP 79002-210
Cx. Postal 189 - CEP 62011-970
Tel.: (67) 3383-1854 
email: Alcoolicosanonimosms@uol.com.br 

 Minas Gerais 

 Belo Horizonte

Av. dos Andradas, nº 302 - Salas 521
(Esquina com Rua dos Caetés) Praça da Estação
CEP 30120-010
Cx. Postal 56 - CEP 30120-970
Tel.: (31) 3224-7744
Fax: (31) 3274-5125
E-mail: eslbh@uai.com.br 
Site: www.aamg.org.br 

Caxambu
Rua Conselheiro Mayrink, 217 - Sala 11
Edifício Pan América
CEP 37440-000
Tel.: (35) 3343-1921
E-mail: eslcaxambu@netsulminas.com.br 

Corinto
Rua Benedito Barbosa, nº 268
Centro
Cx. Postal 36 - CEP 39200-970
Tel.: (38) 3920-0000 
 
Divinópolis
Rua Minas Gerais, nº 655 - Sala 113
Cx. Postal 284 - CEP 35500-970
Tel.: (37) 3221-3500 
E-mail: aadivinopolis@gmail.com
  
Ipatinga
Rua Ponte Nova, nº 163 - 3º andar
Centro - CEP 35160-017
Cx. Postal 500 - CEP 35161-970
Tel.: (31) 3821-3758 
 
João Monlevade
Av. Getúlio Vargas, nº 4232 - Sala 04 
Prédio da S.S.V. de Paulo
CEP 35930-002
Cx. Postal 318 - CEP 35930-970
Tel.: (31) 3851-1692 
 
Juiz de Fora
Rua São Sebastião, nº 733  - 3º andar - Conj. 301
Centro - CEP 36015-410
Cx. Postal 520 - CEP 36001-970
Tel.: (32) 3215-8503 
E-mail: eslaa-jf@hotmail.com
 
Montes Claros
Rua Cel. Altino de Freitas, nº 138 - 2º andar
Centro - CEP 39400-023
Cx. Postal 193 - CEP 39400-970
Tel.: (38) 3221-4199
E-mail: aaeslmoc@gmail.com 
 
Ouro Preto
Rua Prefeito Washington Dias,  nº 96 - Barra
CEP 34400-000
Cx. Postal 122 - CEP 34400-970
Tel.: (31) 3551-3890 
 
Santos Dumont
Rua Antônio Ladeira nº 116 - 2º andar - Sala 3
Centro - CEP 36240-000
Cx. Postal 56 - CEP 36240-970
Telefax: (32) 3251-6002 
 
São João Del Rey
Rua Antônio Rocha,  nº 597
Centro - CEP 36300-000
Cx. Postal 49 - CEP 36300-970
Tel.: (32) 3371-1919
E-mail: eslaasaojoaodelrei@ig.com.br 
 
Sete Lagoas
Av. Senhor dos Passos, nº 171 - 3º andar - Sala 309
Centro - CEP 35700-016
Caixa Postal 195 - CEP 35700-970
Tel.: (31) 3771-7842 
E.mail: eslaa7l@yahoo.com.br

Uberlândia
Rua Cruzeiro dos Peixotos, 438
Aparecida
CEP - 38400-608
Uberlândia/MG
Tel.: (34) 3235-5856 
E.mail: esludi@netsite.com.br

 Paraíba   


João Pessoa
Rua Padre Meira, 35 - 3ºandar - sala 306 - Centro
Centro - CEP 58013-200
Cx. Postal 146 - CEP 58001-970
Telefax: (83) 3222-4557
E-mail: eslaapb@veloxmail.com.br
Site: www.eslaapb.com
 
Campina Grande
Rua Monsenhor Sales, nº 26, 2° andar - Sala 08
Centro - CEP 58100-070
Cx. Postal 603 - CEP 58100-970
Tel.: (83) 322-4258 
 
Patos
Rua Epitácio Pessoa, nº 208 - 1º andar - sala 20
CEP 58700-000
Cx. Postal 50 - CEP 58700-970
Tel.: (83) 3421-3414 
E-mail: eslaa_sertao@hotmail.com.br
Site: www.eslaasertaopb.org.br

 Paraná  Cascavel

Av. Assunção, nº 1757 
Terminal Rodoviário de Cascavel 
Piso Superior - Sala 222-B 
Bairro Centro - Cascavel
CEP: 85805-030
Caixa Postal - 166
Tel.: (45) 3035-1134
E-mail: aa_esl5@hotmail.com  
 
Curitiba
Av. Dr.Vicente Machado, nº 738 - Sobrado 01
Centro - CEP 80420-011
Cx. Postal 1968 - CEP 80011-970
Telefax: (41) 3222-2422 
E-mail: aa1secretaria@yahoo.com.br
 
Francisco Beltrão
Rua Vereador Romeu Lauro Werlang, nº 1155
Centro - CEP 85601-020
Cx. Postal 230 - CEP 85601-970
Telefax: (46) 3523-5188
E-mail: eslisaasud@gmail.com 
 
Cianorte
Av. Amazonas 1113- Vila Operária
CEP: 87200-000
Cianorte-PR
F:(44) 3631.1007
E-mail: eslnortedoparana@hotmail.com 
 
Ponta Grossa
Av. Dr.Vicente Machado, nº 811
Centro - CEP 84010-340
Cx. Postal 213 - CEP 84010-970
Tel.: (42) 3222-2233
E-mail: alcoolicosaa@bol.com.br 

 Pará  Belém

E.S.L. / Sede
Av. José Bonifácil, 546. Altos.
Bairro: São Braz, Belém
Cx. Postal 12012 -CEP:66063-240.
Tel. / Fax: (91) 3249-6666
Tel.: (91) 3249-1666 
 
Santarém
Avenida Rui Barbosa, 795 – 1.º Andar, Sala 102 – Centro
CEP 68005-380 - Caixa Postal 165 
Tel: (93) 3522-7661

 Pernambuco  Recife

Rua  do Hospício, nº 194- 6º Andar - Sala 604
Boa Vista - CEP 50060-080
Cx. Postal 768 - CEP 50001-970
Tel.: (81) 3221-1555 - ESL
Tel.: (81) 3221-3592 - Área
E-mail: eslaape@ig.com.br  
 
Caruaru
Rua XV de Novembro,  nº 250 - 1º andar - Sala 03
Centro - CEP 55004-160
Cx. Postal 247 - CEP 55002-970
Tel.: (81) 3721-6788 
 
Vitória do Santo Antão
Rua Prefeito José Joaquim da Silva, 01 - A -1º andar - Centro 
CEP 55602-075
Cx. Postal 183 - CEP 55600-970 

 Piauí  Teresina

Rua Barroso, nº 450 - Salas 103/104 
Centro Sul (ao lado da Cohab)
CEP 64000-130
Cx. Postal 267 - CEP 64200-970
Telefax: (86) 221-8112 
 
Picos
Rua Monsenhor Hipólito,  nº 51 
Centro - CEP 64600-000
Cx. Postal. 46 - CEP 64600-970 
Tel.: (86) 422-5048

 Rio de Janeiro  Rio de Janeiro

Rua Beneditinos, 10 –  10º andar - Centro
CEP 20081-050 - RIO DE JANEIRO – RJ
Caixa Postal 4779 – CEP 20010-970
Tel. (21) 2253-3377
Fax (21) 2233-4813
E-mail: aarj@aa.org.br 
 
Campos dos Goytacazes
Rua Santos Dumont, nº 35 - Sala 103
Centro - CEP 28010-220
Cx. Postal 114.485 - CEP 28001-970
Tel.: (22) 2722-4505 
 
Macaé
Rua Teixeira de Gouveia, 1169
sala 102 - Centro
Macaé - RJ - CEP 27910-110
Caixa Postal 119.323
Tel.: (22) 2772-4202
 
Niterói
Rua Maestro Felício de Toledo, nº 551
Salas 811/813 - Centro - CEP 24030-102
Cx. Postal 100.055 - CEP 24001-970
Telefax: (21) 2717-8556
E-mail: aaniteroi@aa.org.br 
 
Nova Iguaçu
Av.Governador Amaral Peixoto, nº 795 - 3o andar
Centro - CEP 26210-060
Cx. Postal 77091 - CEP 26001-970
Telefax: (21) 2767-3729 
E-mail: aabf@aa.org.br 
 
Petrópolis
Rua do Imperador, nº  264 - Bloco 02 - Sala 702 
Ed. Santo Antonio - Centro
CEP 25620-000
Cx. Postal 90650 - CEP 25621-970
Telefax: (24) 2243-1443
E-mail: aapet@aa.org.br  
 
São Gonçalo
R. Cel. Moreira César, nº 97 - Sala 501 - Centro
CEP 24440-400 
Cx. Postal 108.465 - CEP 24440-970 
Tel.: (21) 2605-3732 
Fax: (21) 2606-0522 
E-mail: aasg@aa.org.br
 
Volta Redonda
Av. Amaral Peixoto, nº 63 - Sala 201
Centro - CEP 27253-391
Cx. Postal 84025 - CEP 27251-970
Telefax: (21) 3342-0778 
E-mail: aasf@aa.org.br

  Natal

Rua Princesa Isabel, nº 648 -  Salas 4 e 5
Centro - CEP 59025-400
Cx. Postal 551 - CEP 59022-970
Telefax: (84)3221-2777
E-mail: aarn@aarn.org.br  

Mossoró
Rua Jerônimo Rosado, nº 313 - 1º andar - Sala 02
Centro - CEP 59610-020
Cx. Postal 248
Tel.: (84) 3317-2222

 Rio Grande do Norte  Natal

Rua Princesa Isabel, nº 648 -  Salas 4 e 5
Centro - CEP 59025-400
Cx. Postal 551 - CEP 59022-970
Telefax: (84)3221-2777
E-mail: aarn@aarn.org.br  

Mossoró
Rua Jerônimo Rosado, nº 313 - 1º andar - Sala 02
Centro - CEP 59610-020
Cx. Postal 248
Tel.: (84) 3317-2222

 Rio Grande do Sul  Porto Alegre 

Rua Voluntários da Pátria, 595 - conj. 315
Porto Alegre - RS
CEP: 90039-900
Caixa Postal 10413 - CEP 90001-970 
Fone: (51) 3226-0618
Fax: (51) 3226-2097

Passo Fundo
Rua Teixeira Soares, nº 625 - Sala 5
Antigo Quartel do Exército - CEP 99001-081
Tel.: (54) 3311-9365 
 
Santa Cruz do Sul
Rua Borges de Medeiros, nº 399 - Sala 101
CEP 096810-034
Centro - Caixa Postal - 15 - CEP 96810-970
Tel.: (51) 3713-2500

 Rondônia Porto Velho

Travessa Cabixi, nº 332
Nossa Senhora das Graças 
CEP 78915-030
Cx. Postal 1577 - CEP 78900-970
Tel.: (69) 3221-7243

Pimenta Bueno
Rua dos Inconfidentes, nº 363
CEP 78984-000
Cx. Postal 28
Tel.: (69) 3451-9236 

 Roraima  Boa Vista

Rua Floriano Peixoto, nº 402B
Centro - CEP 69301-320
Prédio do Centro de Cidadania Nós Existimos
Fone: (95) 3623.5030
Caixa Postal 541
E-mail: aaroraima@bol.com.br 

 Santa Catarina  Florianópolis
Rua Conselheiro Mafra, nº 220 
Ed. Des. Antero de Assis
5º andar - Sala 504
CEP 88010-100
Cx. Postal 696 - CEP 88010-970
Tel.: (48) 3028-6713
E-mail: eslsedeaasc@ig.com.br 
 
Blumenau
Rua Sete de Setembro, nº 967 
Ed. Dona Guiomar -3º andar - Sala 32
CEP 89010-201
Cx. Postal 1143 - CEP 89010-970
Tel.: (47) 3322-6304
E-mail: aa.bl@ig.com.br 
 
Criciúma
Rua Tiradentes, nº 136 - 1º andar 
Centro - CEP 88801-080
Cx. Postal 329 - CEP 88801-970
Tel.: (48) 3433-0964
E-mail: eslsulcriciuma@pop.com.br  
 
Itajaí
Rua Dr. Pedro Rangel, nº 154 
Ed. Paroquial -- Sala 23
São João - CEP 88304-430
Cx. Postal 349 - CEP 88301-970
Tel.: (47) 3348-6700
E-mail: eslaaitajaisc@terra.com.br 
 
Joinville
Travessa Dr. Norberto Bachmann, 100
2º andar - Sala 207 - Centro 
CEP 89201-070
Cx. Postal 964 - CEP 89202-970
Tel.: (47) 3455-2966
E-mail: eslscnorte@terra.com.br 
 
Chapecó
Rua Líbano, 111-D 
Terminal Rodoviário Intermunicipal 
Passo dos Fortes  - CEP 89801-360 
Cx. Postal 745 CEP 89801-970
Tel.: (49) 3323-5968
E-mail: esloesteaa@superip.com.br 
 
 São Paulo  São Paulo

Av. Senador Queirós, nº 101 - 2º andar
CEP 01026-001
Tel.: (11) 3315-9333
E-mail: esla@aaspsp.org.br

Araçatuba
Rua Joaquim Nabuco, nº 180
Centro - CEP 16010-020
Tel.: (18) 3621-5399 
 
Campinas
Rua Cônego Cipião, nº 230
CEP 13010-010
Tel.: (19) 3234-8088                                                      
 
Franca
Cx. Postal 039 - CEP 14405-970
Tel.: (16) 3724-2445                                                    
 
Jaú
Rua Quinze de Novembro, 1.339
Vila Buscariolo
CEP: 17.205-150
 
Piracicaba
Rua  Gov. Pedro de Toledo, nº 1452
Centro 
Cx. Postal 113 - CEP 13400-970
Telefax: (19) 3434-9879                                                 
 
Pirassununga
Rua Sete de Setembro, nº 297
CEP: 13630-000
Telefax: (19) 3561-3625
E-mail: eslsetord@itelefonica.com.br 

Baixada Santista
Praça José Bonifácio, nº 59 - 3º andar
Salas 12 e 13 - Centro - CEP 11013-190
Tel.: (13) 3235-5301
Cel.: (13) 91332543
 
Tatuí
Rua Juvenal de Campos, nº 746
Centro - CEP 18270-320
Tel.: (15) 3305 3554
  
Taubaté
Rua José Vicente de Barros, nº 336
Vila Nossa Sra. das Graças - CEP 12061-000
Telefax: (12) 3621-3611 

 Sergipe  Aracaju

Rua Laranjeiras, nº 151
Ed. Mayara - 1º andar - sala 117
Centro -  CEP 49010-000
Cx. Postal 700 - CEP 49001-970
Telefax: (79) 3211-2027 

Narcóticos Anônimos

 

AL - MACEIO

(82) 8871-0345

AM - MANAUS

(92) 3087-0011

AM - MANAUS (2)

(92) 9100-8149

AP - MACAPÁ

(96) 9976-6548

BA - SALVADOR

(71) 3533-3400

BA - SALVADOR - 02

(71) 8213-1953

CE - FORTALEZA

(85) 9115-4664

DF - BRASILIA

(61) 9238-9606

DF - BRASÍLIA

(61) 9245-9422

ES - VITÓRIA

(27) 3084-8508

GO - ANáPOLIS

(62) 9933-2587

GO - GOIATUBA

(64) 9236-7444

GO - GOIâNIA

(62) 9618-7735

GO - ITUMBIARA

(64) 9236-7444

MA - SÃO LUIZ

(98) 9603-3401

MG - BELO HORIZONTE

(31) 9684-3223

MG - JUIZ DE FORA

(32) 9969-1377

MG - SUL DE MINAS

(35) 9804-4907

MG - TRIÂNGULO MINEIRO

(34) 9993-6660

MG - UNAI

(38) 9964-4055

MG - POÇOS DE CALDAS

(35) 9132-6076

MS - CAMPO GRANDE

(67) 8155-2282

MT - CUIABA

(65) 9229-7438

PA - BELÉM

(91) 9632-3163

PA - MARABÁ

(94) 9663-3635

PB - CAMPINA GRANDE

(83) 8864-5983

PB - JOÃO PESSOA

(83) 8870-6342

PE - RECIFE

(81) 9901-8159

PE - RECIFE (2)

(81) 3075-4514

PI - TERESINA

(86) 8858-7001

PR - CASCAVEL

(45) 9932-2324

PR - CURITIBA

(41) 3329-0005

PR - NORTE PARANAENSE

(43) 9997-2872

RJ - BAIXADA

(21) 9286-7990

RJ - NORTE FLUMINENSE

(22) 9815-8170

RJ - REGIÃO DOS LAGOS

(22) 9267-4913

RJ - RIO DE JANEIRO

(21) 2533-5015

RJ - RIO DE JANEIRO (2)

(21) 8653-4486

RJ - SUL FLUMINENSE

(24) 9211-8202

RN - MOSSORÓ

(84) 9941-0579

RN - NATAL

(84) 3620-6669

RO - PORTO VELHO

(69) 8421-3560

RS - CAXIAS DO SUL

(54) 9122-0060

RS - PORTO ALEGRE

(51) 3333-3550

SC - FLORIANÓPOLIS

(48) 9137-1953

SC - LAGES

(49) 8816-9615

SE - ARACAJU

(79) 8842-2771

SP - AMERICANA

(19) 9145-6544

SP - AMPARO

(19) 9818-4148

SP - BAIXADA SANTISTA

(13) 3289-8645

SP - CAMPINAS

(19) 3255-6688

SP - ITU

(11) 7404-1770

SP - JAÚ

(14) 9719-1135

SP - JUNDIAÍ

(11) 9990-5535

SP - PIRACICABA

(19) 3035-2932

SP - RIBEIRÃO PRETO

(16) 3011-7768

SP - SÃO PAULO

(11) 3101-9626

SP - SOROCABA

(15) 9793-8553

SP - VALE DO PARAÍBA

(12) 9775-6779

TO - PALMAS

(63) 8444-8589


Site NA

Busca Grupo NA

Nar-Anon

Associação Antialcoólica do Estado de São Paulo

 

 Agradeceríamos se fosse possível que nos comunicassem qualquer evento a nível nacional, relacionado com a drogadição ou Toxicodependência como queira chamar, para colocar em nosso mural de avisos, como evento programados do próprio calendário e assim colaborar com a divulgação do citado evento. O e-mail é efectosdasdrogas@gmail.com ,coloque todos os dados que você queira que figure.

 

Pulse e fique por dentro das palestras

 Clic sobre a image
 

 

Tipos de Drogas

to Top of Page